O Caminho para Trabalhar sem Trabalhar

Falar de trabalho me faz pensar na origem da palavra, que vem do latim Tripalium, nome de um objeto de tortura, ou seja, nos remete ao sacrifício. Mas, o quê nos leva a não suportar o trabalho? Gosto de analisar nossos comportamentos de acordo com as características pessoais, atreladas ao ambiente em que nascemos e vivemos. Vamos refletir então sobre alguns momentos da infância.

Lembro-me de quando meus filhos eram pequenos e eu tinha o final de semana inteiro para brincar com eles. Toda segunda-feira, eu acordava para ir trabalhar e eles acordavam junto, só que para brincarem comigo. Como a maioria dos pais, eu dizia: “o papai não pode, tem que ir trabalhar”. Eles me olhavam com decepção e, aos poucos, construíam uma forte crença: o trabalho rouba o nosso pai.

Quando o mais velho já era adolescente, lembro que ele foi mau na escola e eu disse que, se ele não melhorasse, o trocaria de escola e o faria trabalhar. Ele olhou pra mim com o mesmo olhar de decepção e, com certeza, deve ter pensado: TRABALHAR? Esse trabalho o roubou de mim e agora, se eu não estudar, terei esse castigo?

Felizmente, as coisas mudam. O importante é entender como podemos transformar o trabalho prazeroso. Sempre gostei de trabalhar, mas quando foi que me apaixonei pelo trabalho e passei a me divertir com ele? Primeiro, quando veio o pensamento de que ficamos mais de um terço do nosso tempo trabalhando; segundo, quando fui buscar o significado para aquilo que faço.

Viver a vida sem propósito é como ligar o piloto automático e se tornar coadjuvante da própria história. Para tornar essa jornada significativa e prazerosa é preciso tomar consciência de si, se liderar, direcionar o futuro com uma visão inspiradora e, por fim, viver o presente intensamente.

Isso pode parecer piegas, mas o real significado da nossa existência é fazer o melhor que podemos. Vários livros tratam sobre o segredo do sucesso, mas, na vida, aprendi que cada um tem seu tempo, seu jeito e a sua forma de fazer as coisas. Em comum, só temos o querer.

No meu trabalho tenho aprendido muito mais do que ensinado. Com o tempo, obtive vasta referência dos mais variados perfis de líderes e pude constatar que, aqueles que trazem resultados extraordinários para as suas vidas, têm em comum:

  • Visão de Futuro, para determinar onde querem chegar;
  • Missão e propósito de vida, com a consciência do impacto que causam no ambiente;
  • Valores, aquilo em que acreditam e que os faz agir como agem.

Todos buscam também o equilíbrio nas diversas áreas de suas vidas (física, mental, emocional e espiritual). Não quero dizer que conseguem 100% do tempo esse equilíbrio, mas o importante é que eles buscam gerar essa mudança.

É preciso ter modelos mentais que ajudem a construir essa história, ao invés de motivá-lo contra seus objetivos. Focar no que não quer só te faz gastar energia no lugar errado.

As perguntas abaixo te ajudarão a refletir sobre as mudanças que pode fazer.

  • O que você quer para você na sua vida profissional?
  • O que faria você realizado no seu trabalho?
  • O que está faltando em sua vida?
  • O que você faria se o sucesso fosse inevitável?
  • O que te motiva?
  • O que você faz para se motivar?

Se chegaremos lá? Não sei, mas a jornada faz a diferença. Reflita e ache o seu caminho para trabalhar sem trabalhar.

Sobre o autor:

P.A. (Paulo Alvarenga) é Sócio Diretor da Crescimentum, um dos autores do livro “Gigantes da Liderança”. Professor de pós-graduação e MBA em Gestão de Marketing na GAMA FILHO nos temas: Coaching, Liderança, Comunicação e PNL. Certificado em “Managing Energy”, Executive Course pelo Human Performance Institute, na Flórida, e em “Experience Management – Marketing & Sales, pela University of California.

Sobre Crescimentum

A Crescimentum começou seus trabalhos com foco em Coaching de executivos e logo agregou uma área focada em treinamento para líderes de empresas. Combinando o Coaching individual com o treinamento formal, tornou-se rapidamente referência no trabalho de formar e desenvolver líderes. O grande diferencial da Crescimentum está na sua equipe, que agrega profissionais com experiências e formações diversas. A equipe é composta por ex-executivos do mercado e também por profissionais com larga experiência na área de Recursos Humanos. Isso faz com que o resultado do trabalho tenha, ao mesmo tempo, embasamento técnico e prático.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s